Projeto Eduque

Com o intuito de desenvolver o jornalismo especializado na área educacional como instrumento de informatividade e incentivo à formação continuada nas cidades que compõem a região do Núcleo Regional de Cascavel, o projeto Eduque almeja à produção de conteúdos jornalísticos nos mais diferentes formatos midiáticos que contribuam à democratização do conhecimento e da informação.

Considerando a importância da construção de um jornalismo mais humano e desenvolvedor social, para a escolha da temática de projeto experimental de conclusão de curso, consideram-se as principais lacunas advindas da modernidade, bem como nossas possibilidades, competências e afinidades, priorizando sempre a utilidade pública e a possível relevância dos conteúdos a serem abordados.

Dentre as lacunas sociais advindas da modernidade, destacam-se as discrepâncias sociais, culturais e econômicas. O pequeno progresso da sociedade (considerando elevação moral, filosófica, cultural, crítica e democrática) torna-se irrelevante perante à ampla ascensão tecnológica. Esse desequilíbrio resulta em uma população de maioria acrítica e alienada à deriva de uma minoria crítica incumbida da evolução social (por meio da luta por direitos e a melhoria da educação pública) e outra exploratória.

Considerando as instituições escolares como principais mediadoras de conhecimento à sociedade, e, paralelo a este paradigma, a eficácia da evolução das tecnologias de informação e da mídia de maneira geral, infere-se que o processo de advento dos asujeitados a sujeitos críticos tomará maiores proporções caso mídia e educação (apesar da distância entre os discursos) aliem-se.

A Equipe

sobrenos

Pressupondo que na aliança mídia-educação cabe aos educadores o papel de letramento midiático (formação de leitores críticos de todos os processos de significação e de conteúdos explícitos e implícitos, sendo conhecedores das intencionalidades subjetivas e/ou ideológicas), aos profissionais da área de comunicação social, cabe a tarefa de possibilitar aos educadores, conteúdos com o intuito não somente informativo, mas também que possibilite a constante formação continuada desses profissionais.

A informatividade e a constante atualização de conteúdos aos profissionais de educação são fatores determinantes na manutenção da qualidade de ensino, no entanto, nas localidades mais abastadas, essa constante atualização por meio de palestras e cursos, por exemplo, torna-se inviável.

Os meio de comunicação por sua vez, diferentemente das instituições educacionais nos parâmetros atuais, não possuem tantas limitações de espaço e tempo.

O projeto Eduque parte do princípio de que somente a educação, e apenas a partir dela, é que a sociedade pode evoluir. A partir desse princípio, desponta-se como ferramenta de apoio, mediação e incentivo a esse desenvolvimento, tornando-se um meio de informatividade e incentivo à formação continuada. Assim, a equipe define-se como amiga da educação e tolerante às mais diversas formas de manifestações ideológicas, respeitando e defendendo a diversidade, não sendo desdobramento de nenhum partido político ou ideologia religiosa.

2015 - Todos os direitos reservados. Finalizart